Arquivo para fevereiro, 2010

Agradecendo quem merece!

Posted in Agradecimentos with tags , , , , , , on fevereiro 23, 2010 by contarestorias

Olá pessoal,

Contar histórias é uma atividade que permite que façamos muitos amigos. Meu último amigo e quem quero agradecer muito é o Paulo da Livraria Catedral (Limeira-Centro).

Esse grande sujeito, abriu as portas da Livraria e recebeu com muito carinho e incentivo as Sessões de Contação de Histórias que aconteceram nesse começo de ano.

As pessoas que lá compareceram puderam curtir nossas histórias em um espaço aconchegante e muito bonito.

Limeira merece e precisa de lugares como a Livraria Catedral e de sujeitos como o Paulo.

Arte, cultura e encontro.

Obrigado Paulo.
Obrigado equipe da Livraria Catedral.

Rua Senador Vergueiro, 993 – loja 1 Edifício Delmond – Fone: 3451-9107

COMO FAÇO VERSOS * Por José Vieira da Silva

Posted in Referências with tags on fevereiro 19, 2010 by contarestorias

COMO FAÇO VERSOS

Por José Vieira da Silva – 26/08/2005

Pergunta-me como faço versos?
Sinceramente não sei, como
Eu consigo vagar pelo universo,
Quando da musa a pena eu tomo

Para fazer um esboço, soneto ou cromo,
Passo horas a meditar, a excelsa grandeza
De Deus, que nos ensina sempre como,
Amar e respeitar, a própria natureza.

Deslumbro-me no mar do nada imerso,
A procura do termo, frase ou inspiração,
Na nave da vida que nos faz dispersos
No espaço sideral do coração;

É assim amigo, que tento responder-te
A difícil pergunta, mas não te embaraço,
No mundo da poesia, eu posso vê-lo,
Como pois amigo os meus versos faço.

myspace.com/contadordeestorias

Posted in Contação de histórias, Referências with tags , , , , on fevereiro 14, 2010 by contarestorias

Já dizia Amyr Klink.

Posted in artigos, Referências with tags on fevereiro 7, 2010 by contarestorias

“… um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus próprios olhos e pés, para entender então o que é seu. (…) Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como imaginamos e não simplesmente como ele é ou pode ser. Essa arrogância que nos faz professores e doutores do que não vimos e não sabemos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir e ver”.

Meu espaço no MySpace

Posted in Referências with tags , on fevereiro 5, 2010 by contarestorias

Agora eu tenho um myspace